Cobrir de solidariedade e massificar a luta pela Universidade Indígena Aldeia Maracanã!

Na manhã do dia 16 de dezembro (segunda-feira), a Tropa de Choque da PM do Rio de Janeiro organizou mais uma operação de guerra contra os povos indígenas e a luta popular. Sem qualquer mandato judicial a polícia a mando de Cabral invadiu a Aldeia Maracanã, retirando e violentando os indígenas e apoiadores presentes no local.

Ações autoritárias como esta não devem ser pensadas de maneira isolada, a repressão à resistência da Aldeia Maracanã é uma repressão a todo o povo, e reforçam o papel imperialista da Copa do Mundo/FIFA em conluio com o Estado brasileiro e empreiteiras. Reforçam o perfil de cidade desenvolvimentista que marginaliza e oprime a juventude e o povo negro, indígena e trabalhador. A cada dia nossos direitos estão sendo roubados. Queremos trabalho, educação, terra e liberdade, mas sabemos que para isso é preciso lutar. Portanto, deve-se massificar a luta, organizando a resistência e a greve geral contra a Copa do Mundo, contra a repressão de ontem e hoje!

imagem-aldeia-resiste

Abaixo a repressão de ontem e hoje!

Pela Universidade Indígena!

NÃO VAI TER COPA!

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s