KOBANE: Todo apoio à libertação do povo curdo!

Nem Estado Islâmico, nem Estados capachos do imperialismo ianque. Em Kobane (Síria), o povo em armas venceu o terrorismo por sua autodeterminação.


rojava1Desde o início das incursões do Grupo Estado Islâmico (EIIL) nos territórios de Kobane na Síria e em Rojava na Turquia, da região conhecida como “Curdistão”, há a presença de uma forte resistência popular Curda contra a abominável ação do terrorismo do EIIL, bem como do terrorismo dos Estados Turco e Sírio.  Há décadas atuam nestas regiões o PKK – Partido dos Trabalhadores do Curdistão, e seu braço armado, a YPG – Unidades de Defesa Popular e YPJ – Unidade de Defesa das Mulheres (fração feminina do YPG).

Hoje, seus combatentes tem tido especial importância na organização da resistência armada do Povo Curdo contra o Estado Islâmico bem como contra o imperialismo Internacional, guiado pelos EUA e EU (União Europeia), seguidos na região pelo Estado Turco. A experiência histórica do povo curdo que se desenrola nestes dias tem apontado os caminhos para o proletariado mundial.

Nesta situação, de um lado, o assassino Estado da Turquia abre suas fronteiras para os fundamentalistas do EIIL, porém as fecham para os combatentes e refugiados curdos.  Por outro, os EUA (que financiaram o Estado Islâmico até poucos anos atrás) e UE adotam a velha política do “deixem que se matem” até que seja conveniente intervir derradeiramente na região para poder negociar o petróleo que há nela.

Vitória da resistência

As organizações citadas acima tem protagonizado os enfrentamentos contra o EIIL, e os derrotado em batalhas estratégicas. Ao mesmo tempo a YPJ tem protagonizado a luta pela emancipação das mulheres curdas. Nestas mesmas barricadas, o DAF – Ação Anarquista Revolucionária, da Turquia, tem tido grande importância na luta para a libertação do povo curdo, sem conciliação com a política de Estado.

Diante disso o povo curdo vem dando como resposta a autodeterminação popular. A defesa do “Confederalismo Democrático” tem apontado para a organização dos trabalhadores/as curdas de maneira independente econômica e politicamente, ou seja, com uma possível saída não estatal. É por este motivo que a mídia não noticia nada de Kobane.

São estas as forças que derrotaram heroicamente o EIIL em Kobane em meados de janeiro e que continuam avançando. Esta experiência demonstra que a emancipação do proletariado será obra do próprio proletariado.

***

Artigo publicado no Causa do Povo nº 71. Leia a edição completa CLICANDO AQUI.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para KOBANE: Todo apoio à libertação do povo curdo!

  1. Pingback: Jornal Causa do Povo – Edição nº 71 (Fevereiro de 2015)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s