MÉXICO | Um ano do desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa, a luta continua

Protesto no México. Na faixa lê-se: “Vivos os levaram! Vivos os queremos!”

Protesto no México. Na faixa lê-se: “Vivos os levaram! Vivos os queremos!”


MÉXICO | Um ano do desaparecimento dos 43 estudantes de Ayotzinapa, a luta continua

Desde o dia 26 de setembro de 2014, 43 estudantes mexicanos da cidade de Iguala, estado de Guerrero, estão desaparecidos depois de terem sido presos pela polícia local. Os estudantes da Escola Normal Rural de Ayotzinapa “Raul Isidro Burgos” participavam de uma atividade política.

A principal hipótese é de que os 43 estudantes tenham sido entregues ao narcotráfico pelas forças policiais e executados. Testemunhas relataram que os normalistas foram levados a instalações da polícia municipal antes do desaparecimento. Quer dizer, a responsabilidade do governo municipal está fora de qualquer dúvida.

Os governos municipal, estadual e federal tem insistido que a responsabilidade pelo desaparecimento é do narcotráfico. Conforme relata o jornal anarquista Solidariedade Proletária, do México:

“A insistência dos meios de comunicação em separar o narcotráfico do governo é uma falácia. Todos nós no México sabemos há muitos anos que é impossível separar estas duas estruturas, pois formam uma só. Os cartéis tiram e põem funcionários, e os governantes recebem dinheiro e protegem um cartel em detrimento de outros. Por isso, não há uma guerra contra o narco, há uma guerra ENTRE narcos.”

A chamada “guerra contra as drogas” é uma política do “narcogoverno” instalado no país, servindo também para reprimir os movimentos popular e social. A repressão, por sua vez, serve para avançar o modelo neoliberal exportador de matérias-primas e produtos industriais baratos, através de uma mão-de-obra superexplorada, garantindo a privatização dos recursos naturais do país e combater os setores populares que lutam contra esse processo.

Apesar de toda a repressão e dor, o povo mexicano tem resistido bravamente. Diversas marchas, ocupações, boicote eleitoral, sabotagens, caravanas e enfrentamento tem sido realizadas exigindo justiça no país. Aos irmãos mexicanos, prestamos toda nossa solidariedade: Sua dor é nossa dor, sua raiva é nossa raiva! Basta de dar a outra face! A justiça será conquistada nas ruas! Devolver golpe por golpe ao governo e aos ricos!

*Texto publicado no Causa do Povo nº73 – Set/Out/Nov de 2015

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s