Todo o Poder ao Congresso do Povo!

Todo Poder ao Congresso do Povo Trabalhador e Explorado: uma alternativa anarquista e revolucionária para a crise

A Unipa convoca todos os militantes sinceros da base do movimento sindical, estudantil, operário, e camponês; Aos mais diversos grupos anarquistas; A juventude, as mulheres trabalhadoras, ao povo oprimido, lgbt, negro e indígena; Aos sinceros ativistas e lutadores do povo, em partidos, sindicatos, cooperativas, midiaativismo e demais entidades; Ao bravo povo brasileiro de forma geral! Esperaremos quanto tempo para uma próxima crise do capitalismo? Sacrificaremos quantas vidas e gerações com as medidas dos governos que querem comer a carne do proletariado? Nenhum segundo a mais! É hora de resistir e se organizar!

Cartaz da Campanha militante. Veja versão em pdf aqui.


No início de Outubro a Unipa lançou o Comunicado nº 45 que inicia a convocação para construção de um Congresso do Povo no Brasil como alternativa à crise política e econômica do capitalismo e do Estado. Enquanto partidos e organizações da esquerda reformista no máximo conclamam uma assembleia constituinte para “democratizar o Estado” ou da esquerda burguesa que aceitam medidas contra o povo vindas dos governos petistas como “mal menor”, a Unipa compreende que as crises são cíclicas e não devem ter nenhum sacrifício popular para salvar o sistema. Da mesma forma, compreende que o Estado é um instrumento de opressão e nenhum objetivo de tomada deste poder burguês deve contar com apoio popular. Assim, iniciar a construção de um Congresso do Povo é tarefe urgente da conjuntura e da história. Sua construção pode se precipitar ou pode durar mais tempo, mas é o único caminho para pavimentar o Poder Popular no Brasil e defender a liberdade e bem-estar do povo contra o capitalismo, o Estado e suas crises.

Contribua com a campanha da construção do Congresso do Povo! Cole cartazes. Difunda os materiais nas redes sociais. Distribua panfletos. Converse com sua rede social no seu bairro, na sua escola, no seu trabalho, no seu grupo cultural. Organize reuniões para debater o Comunicado nº 45. Resista! Lute! Se organize coletivamente! Vá às ruas! Faça greves, bloqueios de avenidas e tudo mais que vimos nas lutas de junho de 2013!

[Veja versão do cartaz em pdf]

[Veja versão tabloide do Comunicado nº45]


Texto de chamada do cartaz:

O Brasil vive um momento grave. A crise econômica mundial, combinada com ações do PT, PSDB e PMDB irão provocar uma catástrofe social ao povo. Mas nós dizemos: devemos sacrificar o lucro e privilégios dos banqueiros e empresários e não as vidas e futuro do nosso povo.

As crises políticas e econômicas do capitalismo são cíclicas e atacam de tempos em tempos os direitos conquistados pela classe trabalhadora. Não existe saída possível de libertação dentro desse sistema. Nossa tarefa não é salvar o sistema da crise.

O segredo da vitória é o povo. O povo, a classe trabalhadora precisa se organizar e ter um projeto de ação: um projeto independente de todos partidos que querem tomar o poder burguês. O povo não precisa tomar o poder burguês, ele precisar exercer seu poder, que é sua ação e organização coletiva.

É hora de começar a construir um Congresso do Povo Trabalhador e Explorado.

O Congresso do Povo será um contrapoder, um poder paralelo e deverá ser o poder reconhecido como legítimo pelo povo, organizado de baixo para cima, desde os locais de estudo, trabalho e moradia até as instâncias municipais, regionais e nacional.

Sua principal missão é derrubar as decisões e medidas antipopulares da Presidência da República, do Congresso Nacional, das Assembleias Legislativas, Governos estaduais e municipais.

Devemos colocar nas ruas uma resistência dez vezes maior do que de Junho de 2013. E então os ricos e poderosos irão se lamentar por sua covardia e arrogância em atacar o povo.

Este é o verdadeiro poder popular, é o poder do povo organizado e em luta. Fora disso tudo é ilusão.

Anúncios