Campanha Nacional “NÃO VOTE, LUTE!” (2014)

Construir os comitês da campanha NÃO VOTE, LUTE!

O boicote é uma arma ideológica e organizativa. A tática do boicote às eleições burguesas se vincula à luta ideológica e política concreta, não é apenas propaganda ou denúncia, nem uma escolha que se faz quando o partido não consegue ganhar eleições. Nesse ano, de 2014, o boicote às eleições burguesas deve expressar o descontentamento popular. Porém deve ser mais. Deve ser parte da preparação de uma luta dos explorados e oprimidos contra o sistema.

NAO-VOTE

Pichação nas ruas do Rio de Janeiro convoca o boicote as eleições municipais burguesas de 2012.

O ano de 2014 é especial. Ano dos megaeventos, da Copa do Mundo, de aprofundamento do autoritarismo. Ano em que a disputa dentro do sistema político burguês entre “direita e esquerda” significa cada vez menos. Por isso, uma campanha de boicote que ajude a desenvolver a experiência e organização autônoma de classe é fundamental.

A UNIPA entende que a organização e a luta direta das trabalhadoras e trabalhadores, aos níveis nacional e internacional, é a única alternativa à ditadura da classe burguesa que se finge de democracia representativa sob o capitalismo. Por isso da mesma forma que devemos boicotar as eleições burguesas, devemos aprofundar a luta e a organização nacional e internacionalmente. A arma histórica dos trabalhadores é a GREVE GERAL. Por isso propomos o trabalho de propaganda e agitação da GREVE GERAL como método de luta combinado com o boicote às eleições burguesas. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

I Congresso Anarquista do Piauí (CONAPI), 18 a 20 de Abril, Teresina

conapiCamaradas, é com grande satisfação que nós da União Popular Anarquista (UNIPA) viemos reforçar o chamado do para o I Congresso Anarquista do Piauí, a ser realizado nos dias 18, 19 e 20 de Abril, na Universidade Federal do Piuai em Teresina. O congresso é organizado pelo Grupo de Estudos Anarquistas do Piauí (GEAPI) e mais informações podem ser acessadas pelo site: http://conapi2014.blogspot.com.br/

Primeiramente, cabe ressaltar que esse Congresso não é fruto do acaso, e sim das condições políticas e sociais que estão colocadas em nosso país. Estamos vivendo uma conjuntura em que as massas populares aprofundam a rejeição as velhas práticas eleitoreiras e oportunistas das burocracias sindicais e partidárias, e o anarquismo vem ganhando espaço na luta de classes especialmente através do protagonismo corajoso nos enfrentamentos e na prática da ação direta. Diversos grupos estão surgindo e o anarquismo é colocado a prova no debate público. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

EM DEFESA DA RESISTÊNCIA POPULAR NO ENTORNO DO DF! TRANSPORTE DE QUALIDADE É UM DIREITO!

ceu-azul-entorno3

Resistência e auto-defesa popular no Céu Azul. 17 de Março de 2014.

O transporte público no Entorno do Distrito Federal está cada vez mais sucateado. Há cerca de 30 anos a população pobre, negra e marginalizada sofre com a segregação socioespacial orquestrada principalmente pelos governos do DF e Goiás. A questão central é o transporte coletivo, estopim das revoltas que sucederam nos últimos meses, e em especial, no dia 17 deste mês.

Ônibus velhos, quebrados, sem freio, com pneus carecas, tetos furados, sem ventilação e extremamente lotados são frequentes no cotidiano dos trabalhadores. Motoristas e cobradores por diversas vezes tem seus salários atrasados. Nesta segunda feira (17) os trabalhadores rodoviários do Entorno Sul organizaram uma paralisação e se recusaram a sair da garagem por conta do atraso do vale alimentação e dos salários. Este fato contribuiu ainda mais para a revolta popular generalizada. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A nova onda de greves e as tarefas dos revolucionários

Rodoviários de Porto Alegre, Operários do Comperj, Garis do Rio de Janeiro e a onipresente luta contra o Sindicalismo de Estado

greve-garis

Comunicado Nº 39 da União Popular Anarquista (UNIPA)

Brasil, Março de 2014.

O ano de 2014 iniciou-se já marcado por importantes lutas. Os rodoviários de Porto Alegre em janeiro-fevereiro, os operários do Complexo Petroquímico de Itaboraí no RJ desde o início de fevereiro e também os garis da cidade do Rio de Janeiro em fevereiro-março, são exemplos de lutas e greves. Mas esse caráter exemplar não significa que elas sejam apenas modelos a serem seguidos, mas são exemplos a serem analisados criticamente.

A greve dos rodoviários de Porto Alegre foi iniciada no final do mês de Janeiro. Depois de duas semanas de braços cruzados, piquetes e pesada campanha ideológica os rodoviários de Porto Alegre terminaram sua batalha no “Tribunal da Justiça do Trabalho”. No dia 17 de fevereiro a justiça do trabalho decidiu julgar a greve e fixar os termos do “acordo”. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Mulheres que não tiveram tempo de ter medo: Homenagem à revolucionária anarquista Fanya Anisimova Barón

fan_a_A luta revolucionária exige responsabilidade, disciplina e convicção do socialismo como único caminho para emancipação da humanidade. Essas três qualidades não faltavam à Fanya Baron, que também era conhecida por sua generosidade e coragem. Ela foi capaz de não só transgredir o papel imposto às mulheres de sua época como também enfrentar firmemente a violência estatista da polícia norte americana, da policia tzarista e da policia política bolchevique, sem ceder um minuto.

Fanya nasceu em 1887 na Lituânia. Ainda na juventude migrou para os Estados Unidos onde conheceu, em 1912, o padeiro e anarquista Aron Baron. Fanya passa a frequentar os círculos anarquistas e então conhece grandes nomes do anarquismo como Lucy Parsons e Jane Adams. Logo passa a atuar na Industrial Workers of the World (IWW). É atuando nesta organização que pela primeira vez enfrenta a repressão policial, sendo espancada brutalmente e presa junto a Lucy Parsons e outros nove companheiros, no dia17 janeiro de 1915,quando organizavam um evento pra arrecadar fundos de greve.

Em 1917 Fanya, Aron e Boris Yelensky voltam para Rússia com objetivo de lutar pela revolução. Vão pra Moscou onde atuam até a segunda metade de 1918 quando decidem ir para Ucrânia. Com a dominação bolchevique, o movimento anarquista se encontrava totalmente confuso e fragmentado na Rússia, enquanto no sul da Ucrânia o anarquismo era a força política majoritária no movimento camponês, o que garantia naquele período a autonomia dos sovietes por lá. Ao chegar a solo ucraniano, Fanya participou como delegada na fundação da Confederação Anarquista Ucraniana (NABAT). Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

QUEM TEM MEDO DA “DIREITA”? GOVERNISMO, PLEBISCITO POPULAR, ESTADO POLICIAL E LEI ANTI-TERROR

Dilma e Kátia

Dilma e Kátia Abreu: governo Lula e Dilma levaram a cabo uma política neoliberal e pró-agronegócio, contra os trabalhadores urbanos e rurais.

No decorrer da luta de classes, as falsas polarizações voltam a surgir. No Levante de Junho de 2013, o bloco governista propagou de forma mentirosa que esse levante popular era conduzido por um setor de direita e que inclusive preparava um golpe militar no Brasil (sic). E agora, da mesma forma, tentam assegurar que a bandeira já entoada nas ruas do “Se não tem direitos, não vai ter Copa” é de direita. De uma suposta direita que tenta arrancar os supostos direitos conquistados nos governo Lula-Dilma.

Nada poderia ser mais falso! A burguesia nacional e internacional nunca lucrou tanto. A burguesia rural superou recordes de exportação de suas monoculturas e comprou a briga pela aprovação da “PEC do Trabalho Escravo” e do Código Mineral. A burguesia financeira fundiu dezenas de bancos pequenos em um período de 10 anos e comemora as maiores taxas de juros do mundo que permite o lobby de financistas internacionais. O setor produtivo foi o que mais cresceu, basta ver o desempenho da Odebrecht, que a partir dos contratos com o Governo, via PAC, se expandiu para mais de 40 países, a concessão da rede Globo de rádio e televisão é renovada em 2008 durante o governo Lula/PT que se alia aos megaempresários da comunicação. Por isso não é estranho que CUTistas e CTBistas estejam com o discurso tão alinhado com as empresas de Roberto Marinho quando atacam os manifestantes pós Junho. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

RUMO AO 5º CONGRESSO!

“A luta de classes mundial e no Brasil: construir uma alternativa de massas classista e internacionalista”

V-congresso

A União Popular Anarquista (UNIPA) irá realizar o seu V Congresso no primeiro trimestre do ano de 2014. O Congresso que marca os 10 anos de existência e trabalho político da organização, se realiza num quadro internacional e nacional de ascenso da luta de classes. Esse ciclo começa na Europa em meados dos anos 2000, com a rebelião popular nas periferias da França, depois na Grécia em 2008-2009 e na sequencia no Norte da África, Brasil e Ásia. No Brasil, todas as tendências apontam no sentido da entrada num movimento ascendente da luta de classes.

Nesse novo cenário o anarquismo foi novamente colocado no centro dos debates, em razão da ação direta de massas que explode em meio a revolta popular. O comunismo e o nacionalismo/republicanismo nas suas diferentes vertentes mostram suas contradições. Enquanto força reformista, o comunismo e o republicanismo/nacionalismo oscilam entre a traição ou a acomodação sistêmica, atuando como forças de contenção da rebelião popular em escala internacional. Continue lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário